Livro Patrimónios Contestados

€12,00
Imposto incluído

15% de desconto para assinantes do jornal PÚBLICO, utilize o código PROMO-PRODUTOS na finalização da compra.


-955

Expedição

Para mais informações sobre os prazos e os custos de envio, por favor consulte as tabelas.

Descrição do produto

 

Património é sinónimo de posse e ambos são uma convenção, histórica e social. Por maioria de razão, património cultural é também resultado de um entendimento, de um pacto de reconhecimento coletivo de valores culturais num determinado bem. Qualquer alteração na leitura desses valores implica, assim, a renegociação desse reconhecimento. Tal processo torna-se mais complexo quando decorre da entrada de novos grupos no coletivo de reconhecimento, pois conduz à atribuição de novos valores, significando, por vezes, a contestação dos anteriores.

Meio século depois da conclusão das descolonizações políticas, multiplicam-se argumentos a favor de uma descolonização cultural, o que gera processos de contestação sobre as formas de reconhecimento do valor cultural de uma miríade de bens, do seu significado, propriedade e tutela, das aspirações e regras para a sua partilha e usufruto. Não está apenas em causa a natureza patrimonial desses bens, mas todo o sistema internacional do património cultural. É, assim, um dos debates políticos com maior potencial transformador das sociedades contemporâneas.

Este livro e o curso que lhe está associado nasceram em diálogo com estas transformações. Oferecendo pontos de vista muito variados, especialistas internacionais e nacionais abordam casos e tópicos de grande pertinência contemporânea – de Mostar e Tombuctu a Goa e São Paulo, da Palestina à Etiópia, de Gandhi à questão das histórias coloniais dos museus e às dimensões internacionais dos debates e políticas de patrimonialização – envolvendo reflexões valiosas sobre Portugal e sobre espaços e culturas com influência portuguesa.

 

Textos de:

Miguel B. Jerónimo, Walter Rossa, Dacia Viejo Rose, Lilia Schwarcz, Marie Huber, Ariel Sophia Bardi, Alice Procter, Elizabeth Buettner, Amita Kanekar, Jason Keith Fernandes, Paulo Peixoto, Luís Raposo e Bárbara Reis.