Colecção Livros Proibidos – Censura no Feminino 06: O Testamento (Fiama Hasse Brandão)

€6,90
Imposto incluído

15% de desconto para assinantes do jornal PÚBLICO, utilize o código PROMO-PRODUTOS na finalização da compra.


-1

Expedição

Para mais informações sobre os prazos e os custos de envio, por favor consulte as tabelas.

Descrição do produto

 

 

Publicado em Dezembro de 1962, O Testamento foi proibido no dia 2 de Setembro de 1963. A obra foi censurada pela Direcção Geral dos Serviços de Espectáculos e, apesar de não existirem registos que justifiquem este facto, não é difícil perceber o que motivou o censor. A peça de teatro começa com um casal, pertecendo a uma classe social elevada, que vai ao teatro assistir a uma peça: “O Testamento”. “Vamos gritar enquanto é tempo, enquanto o Poder se distrai, por instantes, em espectáculos e em prazer, enquanto o Poder se senta em plateias e nos esquece. Vamos aproveitar para dizer qualquer coisa fora de portas. Vamos gritar de encontro às portas”, ouvem durante o espectáculo. Como noutros textos, também neste Fiama Hasse Brandão cria uma confusão entre a vida e a ficção, numa obra com uma mensagem política bastante evidente.